Gilvan de Souza/ Divulgação
Gilvan de Souza/ Divulgação

Armero diz que escolha pelo Flamengo foi por 'importância mundial'

Ainda vinculado à Udinese, lateral-esquerdo assina até fim do ano

Estadão Conteúdo

10 de abril de 2015 | 19h33

Pablo Armero foi apresentado oficialmente como novo lateral-esquerdo do Flamengo nesta sexta-feira. Sorridente, disse que tinha propostas de três clubes europeus, mas preferiu vir para o clube rubro-negro por sua "importância mundial". E se colocou à disposição do técnico Vanderlei Luxemburgo para atuar da maneira que o treinador preferir.

"Gosto de ajudar o time. Se o professor me pedir para defender mais, eu defendo. Se for para atacar, eu ataco. Se for para fazer os dois, eu faço", assegurou Armero, que vestirá a camisa de número 2, que pertenceu a Leo Moura, ídolo da torcida.

Armero pertence à Udinese, mas estava emprestado ao Milan. Lá, vinha sendo pouco aproveitado, razão pela qual despertou interesse de outras equipes. "Quando me falaram do Flamengo, eu tinha três opções de ficar na Europa, mas sabia da importância mundial do Flamengo", afirmou o colombiano, que assinou contrato por empréstimo até o fim do ano.

O jogador também falou sobre a expectativa de voltar a jogar no Maracanã. "A primeira vez que joguei estava no Palmeiras. Depois pela seleção colombiana, contra o Uruguai (nas oitavas de final da Copa do Mundo de 2014). É uma sensação muito bonita", declarou. "Jogar no Maracanã é um sonho".

CLÁSSICO

Nesta sexta-feira, apenas os jogadores que não atuaram diante do Nova Iguaçu, na última quarta, treinaram com bola. E o grupo contou com Everton, Canteros, Arthur Maia e Paulinho, que estão recuperados de lesão e podem aparecer na equipe que enfrenta o Vasco, neste domingo, na primeira partida entre as equipes pela semifinal do Campeonato Carioca.

Destes jogadores, Paulinho ainda não tem liberação garantida pelos médicos do Flamengo. Ele será reavaliado antes da partida. Bressan e Márcio Araújo, que não atuaram contra o Nova Iguaçu por estarem suspensos, também são opções.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.