Arnaldo Tirone é o novo presidente do Palmeiras

Arnaldo Tirone é o novo presidente do Palmeiras. Candidato da oposição, o empresário de 60 anos venceu a eleição realizada na noite desta quarta-feira, na Academia de Futebol, e vai comandar o clube pelos próximos dois anos, como sucessor de Luiz Gonzaga Belluzzo. Ele recebeu 158 votos, contra 96 de Paulo Nobre e 21 de Salvador Hugo Palaia.

AE, Agência Estado

20 Janeiro 2011 | 00h46

Dos 288 conselheiros do Palmeiras que tinham direito a voto, 275 participaram da eleição desta quarta-feira. E Tirone confirmou o favoritismo, diante dos enormes problemas da situação palmeirense, que ficou rachada com dois candidatos (Nobre e Palaia) e ainda sofreu duras críticas pela administração de Belluzzo nos dois últimos anos.

Apoiado pelos ex-presidentes Mustafá Contursi, Affonso Della Monica e Carlos Fachina Nunes, a chapa de Tirone teve vitória completa nesta quarta-feira. Afinal, além de eleger o presidente, ganhou as quatro cadeiras de vice-presidente do clube, com Roberto Frizzo, Edvaldo Frasson Teixeira, Mário Giannini e Walter José Munhoz.

Apesar da vitória fácil da oposição, o clima foi tenso na eleição palmeirense. Cerca de 200 torcedores foram até a Academia de Futebol para protestar contra os rumos do clube, criticando todos os três candidatos e pedindo a participação dos sócios do Palmeiras na definição do presidente. Mas a manifestação foi pacífica, sem violência.

Mais conteúdo sobre:
futebolPalmeirasArnaldo Tirone

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.