Ricardo Saibun/Divulgação
Ricardo Saibun/Divulgação

Arouca defende 'craque' Neymar após críticas de Pelé

'Rei do futebol' afirmou que astro tem se preocupado mais com a aparência do que com o futebol

SANCHES FILHO, Agência Estado

20 de fevereiro de 2013 | 13h40

SANTOS - O volante Arouca tomou as dores de Neymar e defendeu seu companheiro de Santos nesta quarta-feira, após as críticas feitas por Pelé ao atacante. Entre outros comentários, o "Rei do Futebol" afirmou que o astro santista tem se preocupado mais com a aparência do que com o futebol apresentado em campo, além ser muito individualista.

"É difícil entrar nesse conflito, o Rei tem sua opinião como cada um tem a sua. É difícil mudar a característica de um jogador, o Neymar sempre jogou assim, foi para cima como o Muricy (Ramalho) pede. Ele melhorou muito desde que chegou ao profissional. Sempre que criticado, ele dá a volta por cima e ajuda o Santos, demonstrando que é um craque", declarou Arouca.

As críticas de Pelé, no entanto, não pararam por aí. Para o ex-jogador, Neymar não consegue manter na seleção o mesmo futebol apresentando no Santos. O Rei foi além e apontou que o atacante se torna um "jogador comum" quando veste a camisa brasileira. Novamente, Arouca discordou.

"Na seleção, ele (Neymar) tem a mesma alegria que os outros jogadores, parece que está jogando há muito tempo lá, sempre brincando e focado nos treinos. No meu modo de ver, não muda muito (entre Santos e seleção), porque ele sempre se esforça. Mas na seleção nem sempre é possível passar pelo adversário. Ele arrisca, mas a marcação é mais dura. Mas o mais importante é ele não deixar de arriscar nem se omitir", comentou.

Apesar dos comentários de Pelé, Arouca acredita que Neymar não se abalará e continuará atuando do mesmo jeito. "É difícil comentar porque não tive a oportunidade de ver a entrevista. Mas com certeza, se o Pelé falou, o Neymar vai assimilar bem. Ele já mostrou que é um craque, maduro para lidar com as críticas."

MÁ FASE

Além de repercutir a entrevista de Pelé, Arouca comentou sobre o momento vivido pelo Santos na entrevista desta quarta-feira. O jogador admitiu que a equipe passa por um mau momento, não escondeu que as três partidas consecutivas sem vitória incomodam, e culpou o início de temporada pela fase.

"Precisamos de mais jogos para chegar aos 100%, mas com os treinos a equipe se entrosa mais e com certeza vai conseguir os resultados. Mas sem se desesperar, temos um grande grupo de jogadores. O mais importante é não ficarmos acomodados nem nas vitórias nem nas derrotas", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCAroucaNeymarPelé

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.