Arouca defende Oswaldo de Oliveira e lembra desfalques do Santos

Técnico está pressionado no cargo desde o fim do Paulistão e chegou a ser contestado por dirigentes

Fernando Faro, O Estado de S. Paulo

25 de maio de 2014 | 20h32

SÃO PAULO - Pressionado no cargo após um início ruim no Campeonato Brasileiro, o técnico do Santos, Oswaldo de Oliveira, ganhou apoio de Arouca após o empate por 0 a 0 com o Flamengo, no Morumbi, válido pela sétima rodada. Para o volante, é preciso lembrar que o treinador está sofrendo para armar a equipe e precisa lançar muitos jovens em um momento delicado.

"Essa é uma questão que ninguém vê; temos um elenco pequeno, muitos machucados e muitos jovens em formação. Mas é isso aí, se eles estão aqui é porque têm condição de jogar no Santos. Só trabalhando vamos voltar a vencer os jogos", afirmou.

Contra o Flamengo, o Santos não pôde contar com Edu Dracena, Gustavo Henrique, Emerson Palmieri, Leandro Damião, Thiago Ribeiro, Rildo e Gabriel, lesionados, e Mena e Alison, respectivamente com as seleções chilena e sub-21 do Brasil. Além deles, Cícero se juntou ao grupo e não atua mais pelo Santos. Ele quer se transferir e sequer foi relacionado para não jogar a sétima partida pelo clube no Brasileirão, o que impossibilitaria uma negociação.

Sem seus principais jogadores mais uma vez, Oswaldo de Oliveira precisou escalar jogadores muito jovens e ainda vistos como imaturos para assumir a responsabilidade de tirar o time da crise. Arouca elogiou o comandante e disse que não tem faltado determinação ao elenco mesmo com a falta de resultados.

"O professor colocou vários jovens, sempre foi assim. O Oswaldo dá oportunidades a todos. Não estamos vencendo infelizmente, mas voltaremos a vencer em breve. Só está faltando a bola entrar. Estamos tentando e batalhando bastante para isso", emendou o volante, um dos poucos que se salvaram no fraco duelo deste domingo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoSantos FCArouca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.