Arouca diz que não ficará sobrecarregado no Santos

O volante Arouca fará função mais defensiva no Santos na partida contra o Deportivo Táchira, quarta-feira, no Estádio do Pacaembu, em comparação com o jogo contra o Cerro Porteño. No Paraguai, o volante chegou mais ao ataque, já que Adriano desempenhou a função de primeiro volante. Agora, porém, com a volta de Elano, Adriano foi sacado e o técnico Muricy Ramalho recuou Arouca, que garante ter condições de atuar como primeiro volante.

AE, Agência Estado

19 de abril de 2011 | 15h53

"Para mim é tranquilo fazer esta função. Quando cheguei no Santos, aprimorei essa posição. Contra o Cerro Porteño [na quinta-feira passada, pela Libertadores] tive mais liberdade, mas agora, voltando nessa posição, tenho que ajudar a zaga. Mas não vejo problema nenhum em fazer esta função", afirmou.

Diante do Táchira, Arouca atuará no meio-de-campo ao lado de Danilo, Elano e Paulo Henrique Ganso. O volante garante que não ficará sobrecarregado na marcação. "Temos que respeitar o time deles. O meio-campo tem que jogar e marcar. Todos nós estamos preocupados com isso. O próprio Ganso, que é mais um armador, também mostrou que tem essa qualidade, ajuda na marcação", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolLibertadoresSantosArouca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.