Arouca evita comparações com Rodrigo Souto no Santos

O volante Arouca chegou ao Santos trocado por Rodrigo Souto, mas nem por isso quer ser comparado com o novo jogador do São Paulo. Apresentado oficialmente nesta sexta-feira no CT Rei Pelé, o meio-campista prometeu dedicação para retribuir ao trabalho da diretoria para contratá-lo.

AE, Agencia Estado

22 de janeiro de 2010 | 13h37

"O Souto tem uma história de conquistas no clube, mas não gosto de comparações. Vou me doar ao máximo nos treinamentos e nos jogos para dar alegria aos torcedores e à direção que tanto se esforçou para que eu viesse para cá", afirmou o volante, que participou de jogo-treino na quinta-feira.

Arouca acredita que o Santos tem condições de se classificar para a Libertadores de 2011, já que está com um bom elenco. "O Santos está montando um elenco excelente, mesclando jogadores jovens e experientes. Vou procurar me esforçar ao máximo para mostrar ao professor Dorival que estou aqui para somar e ajudar o grupo a conquistar títulos e colocar o time de volta na Libertadores", disse.

Na negociação com o São Paulo, Arouca foi cedido por empréstimo ao Santos até o final de 2010. O clube também terá a preferência para a aquisição de 60% dos direitos econômicos do volante, além de lucrar com futuras vendas de Rodrigo Souto e Arouca.

Com 23 anos, Arouca iniciou a sua carreira no Fluminense, onde conquistou um título do Campeonato Carioca (2005) e uma Copa do Brasil (2008). Em 2009, ele se transferiu para o São Paulo e não conseguiu se firmar na equipe, já que não apresentou o mesmo desempenho do período em que defendeu o time das Laranjeiras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.