Arouca pede cautela ao Santos diante do Oeste

Terceiro colocado no Campeonato Paulista, o Santos pega neste domingo o Oeste, 11.º na tabela, fora de casa. O time de Itápolis briga por uma das oito vagas para as oitavas de final e precisa da vitória para se aproximar do G8. Por isso, o volante Arouca sabe da dificuldade que encontrará e pediu cautela à equipe da Vila Belmiro.

AE, Agência Estado

29 de março de 2013 | 21h05

"Devemos ser cautelosos contra o Oeste, já que eles brigam pela classificação e não devem facilitar a nossa vida. Vamos com força total e com muita vontade de fazer bonito fora de casa. Espero que os santistas compareçam e nos apoiem o tempo todo", declarou.

Para Arouca, o Oeste é um adversário especial. Foi diante desta equipe que ele estreou com a camisa do Santos, pelo Campeonato Paulista de 2010. Desde então foram 173 partidas pelo clube, todas como titular, e dois gols marcados.

"O jogo contra o Oeste foi muito especial para mim, pois foi o meu primeiro pelo Santos. Estava muito ansioso na ocasião. Felizmente, de lá pra cá, as coisas deram muito certo para mim e para o clube. Conseguimos vencer o Paulista em 2010 e iniciamos a caminhada do tri. Depois, vieram Copa do Brasil e Libertadores", lembrou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCArouca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.