Arouca usará chuteira com mensagem contra o racismo no futebol

Além de Arouca, Luciano e Osvaldo entrarão em campo no clássico Corinthians e São Paulo com o modelo

O Estado de S. Paulo

08 de março de 2014 | 21h25

SÃO PAULO - Vítima de atos racista na última quinta-feira, após a partida entre Mogi Mirim e Santos, Arouca usará neste domingo, contra o Oeste, chuteiras com mensagens contra o racismo. Além do volante, Luciano e Osvaldo entrarão em campo para o clássico Corinthians e São Paulo com o modelo.

A chuteira da Adidas trará as mensagens "Todas as cores" e "Somos todos iguais" nos novos modelos usados pelos três atletas. valdivia, que será poupado pelo técnico Gilson Kleina na partida do Palmeiras contra o Paulista, também foi escolhido para usar a chuteira.

Arouca foi xingado por torcedores do Mogi Mirim após a vitória do Santos por 5 a 2, no Estádio Romildo Ferreira. Nesta seman, o árbitro Márcio Chagas da Silva também foi vítima de atos racistas ap ser chamado de 'macaco' por torcedores do Esportivo, time de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul.

No dia 13 de março, o volante Tinga, do Cruzeiro, ouviu torcedores do Real Garcilaso, do Peru, imitarem macacos em partida válida pela Copa Libertadores.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolracismoAroucachuteira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.