Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Arrasador em estreias, Borja tem nove gols contra times brasileiros

Atacante do Palmeiras marcou nas três últimas vezes em que debutou por seus clubes

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

28 Fevereiro 2017 | 07h00

Miguel Borja tem no currículo pelo menos duas justificativas para defender a aposta do Palmeiras por ele. A primeira é o talento em marcar gols em estreias pelos clubes, façanha repetida pela terceira vez seguida no sábado, ao fazer contra a Ferroviária. A outra marca é o impressionante retrospecto contra times brasileiros. Nos cinco últimos jogos, foram nove gols.

O colombiano de 24 anos veio na negociação mais cara da história do Palmeiras, por R$ 33 milhões. O ex-Atlético Nacional ficou 25 minutos em campo no sábado, no compromisso válido pelo Campeonato Paulista, deixou o dele aos 37 minutos do segundo tempo e manteve uma escrita. Assim como na estreia pelos seus dois clubes anteriores, o atacante marcou logo no primeiro jogo.

No ano passado Borja teve começo arrasador nas duas equipes que defendeu. Em janeiro, então no pequeno Cortuluá, o atacante fez dois na vitória por 4 a 1 sobre o Deportivo Cali, pelo Campeonato Colombiano. A outra estreia dele, em julho, foi ainda melhor, embora também tenha marcado duas vezes. Na semifinal da Copa Libertadores, contra o São Paulo, no Morumbi, ele garantiu os 2 a 0, pelo confronto de ida.

"Bom a gente sabe que o Borja é. Agora, sortudo a gente espera que ele seja até o fim da temporada. Já demonstrou isso, tem faro de gol. Isso dá confiança, chegar fazendo gols é sempre bom. Fico feliz por ele", elogiou o meia Michel Bastos, atual colega de Palmeiras e antigo rival de Borja na semifinal da Libertadores de 2016, quando estava no São Paulo.

Em outra ocasião o atacante teve início muito positivo por um novo clube. Em 2013, emprestado pelo Cortuluá ao La Equidad, Borja jogou apenas duas partidas, mas fez quatro gols, dois em cada jogo. Antes do retorno ao clube dono dos direitos econômicos, conquistou feito parecido durante passagem pelo Santa Fé. Logo na segunda partida, deixou o dele no empate por 1 a 1 contra o Rionegro Águilas, em 2015, após ter começado a partida no banco de reservas.

Se o Palmeiras confia no colombiano pelo talento em fazer gols, torce para que o retrospecto dele contra equipes brasileiras continue como está. Desde o ano passado, foram cinco jogos contra equipes do País, com nove gols de Borja. Foram quatro contra o São Paulo, nos dois jogos da Libertadores de 2016, mais outros quatro nos dois encontros com o Coritiba, pela Sul-Americana do ano passado, e o último veio no sábado, contra a Ferroviária.

"Meu filho queria que eu viesse para o Brasil, talvez porque via pela televisão eu fazendo gols em jogos aqui. Espero manter as boas atuações", afirmou no sábado de manhã o jogador, durante a apresentação oficial. Horas depois, ele marcaria o primeiro gol dele pelo Palmeiras.

Estreias de Borja com gols

Um pelo Palmeiras, contra a Ferroviária, pelo Paulista, 25/2/2017 - Vitória por 4 a 1 

Dois pelo Atlético Nacional, contra o São Paulo, pela Libertadores - 6/7/2016 - Vitória por 2 a 0

Dois pelo Cortuluá, contra o Deportivo Cali, pelo Campeonato Colombiano - 30/1/2016 - Vitória por 4 a 1

Um pelo Santa Fé, contra o Rionegro Águilas, pelo Camp. Colombiano - 22/2/2015 - Empate em 1 a 1

Encontros recentes com times brasileiros

6/7/2016 - Dois gols na vitória por 2 a 0 do Atlético Nacional sobre o São Paulo

13/7/2016 - Dois gols na vitória por 2 a 1 do Atlético Nacional sobre o São Paulo

19/10/2016 - Um gol no empate em 1 a 1 do Atlético Nacional com o Coritiba

26/10/2016 - Três gols na vitória por 3 a 1 do Atlético Nacional sobre o Coritiba

25/2/2017 - Um gol na vitória por 4 a 1 do Palmeiras sobre a Ferroviária

Mais conteúdo sobre:
Palmeiras Campeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.