Vinnicius Silva / Cruzeiro
Vinnicius Silva / Cruzeiro

Arrascaeta cita 'ânimo elevado', mas pede calma contra o Flamengo

Equipes se enfrentam nesta quarta-feira no jogo de ida das oitavas de final da Libertadores

Estadão Conteúdo

07 Agosto 2018 | 16h17

Um dos jogadores capazes de decidir a favor do Cruzeiro, o meia Arrascaeta disse que a expectativa é alta para o confronto diante do Flamengo, nesta quarta-feira, às 21h45, pelas oitavas de final da Copa Libertadores, mas pediu calma ao time mineiro no primeiro duelo do mata-mata entre os times na competição.

"Sem dúvida que gera uma expectativa muito grande, porque ganhar a Copa Libertadores pode significar muito para nós e para o torcedor celeste. O ânimo fica lá em cima para jogos como este", disse. "Precisamos manter a calma", ponderou na sequência.

O uruguaio será titular no confronto e analisou as características de Barcos e Raniel, que disputam uma vaga no ataque cruzeirense. Mano Menezes, como costuma fazer, fechou o treino desta terça e não revelou qual será a escalação da equipe para o confronto no Maracanã.

"São dois jogadores de referência na área. Dois caras que fazem gol e ajudam muito o time. Para nós (meio-campistas) não muda quem vai jogar. O Barcos tem uma experiência muito grande, com carreira aqui no Brasil e fora. E o Raniel tem tudo para ser um grande jogador em nível europeu. É decisivo quando chega na área. É novo, mas já ganhou muita experiência para esse tipo de jogo", avaliou o meia.

Sobre a partida, Arrascaeta afirmou que a equipe tentará neutralizar os pontos fortes do rival carioca, marcando as principais peças, como Diego e Lucas Paquetá. O que não significa, porém, que o Cruzeiro jogará pelo empate e abrirá mão de atacar.

"Tentaremos minimizar a característica positiva do adversário, jogadores que movimentam muito ou muito rápidos, e vamos, obviamente, criar as chances para sair de lá com o resultado positivo", comentou o uruguaio.

MISTÉRIO

Mano Menezes fez mistério na atividade que encerrou a preparação para o duelo decisivo. O treinador fechou o treino e não revelou quem atuará no meio e no ataque, setores em que estão as suas principais dúvidas.

Como foram poupados no jogo anterior, contra o Vitória, Rafinha e Raniel podem aparecer entre os titulares. Assim, Robinho ou Thiago Neves perderiam a vaga no meio e o centroavante Barcos ficaria entre os suplentes.

Considerando que o duelo será na casa do rival e diante das características ofensivas do Flamengo, é possível também que Mano mande a campo uma escalação mais cautelosa, com três volantes, como fez na última partida, quando usou um time misto.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.