Arrascaeta cita lição ensinada pela Chapecoense: 'Dar valor à vida'

Meia do Cruzeiro se emocionou bastante com a tragédia em Medellín

Estadão Conteúdo

02 de dezembro de 2016 | 18h30

O uruguaio De Arrascaeta não escondeu a tristeza e o abalo pela tragédia envolvendo a delegação da Chapecoense no início da semana. Nesta sexta-feira, o jogador do Cruzeiro se disse assustado com o ocorrido, mas também fez questão de ressaltar o aprendizado com a perda de tantos colegas de profissão no acidente aéreo na Colômbia.

"Todo mundo está muito triste pelo o que aconteceu. Ficamos muito preocupados, porque é uma situação que pode ocorrer com qualquer um de nós. Acho que todos passamos a dar mais valor para as coisas da vida depois que acontecem coisas desse tipo, tomamos mais precauções. Nós, que temos a possibilidade de jogar futebol e ter esta vida dentro de campo, temos muitas coisas boas para fazer, mas a vida de jogador não é tão fácil quanto muita gente pensa. Não há palavras para descrever o ocorrido, mas temos que criar forças para seguir adiante", declarou.

Assim como o técnico Mano Menezes, no entanto, De Arrascaeta defendeu que a última rodada do Campeonato Brasileiro seja realizada. Apesar da dificuldade dos jogadores de se reerguerem após a tragédia, o jogador ressaltou a importância de entrar em campo contra o Corinthians no próximo dia 11, no Mineirão.

"Ficamos muito tristes e chateados por tudo. Mas, também temos que pensar que a vida continua e que o mundo tem planos. No nosso caso, é tentar focar da melhor maneira e acabar o ano ganhando o jogo do Corinthians", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.