Juan Mabromata/EFE
Juan Mabromata/EFE

Arrascaeta diz que Flamengo tem 'jogadores fantásticos' e precisa manter humildade

Meia foi decisivo na vitória sobre o Vélez Sarsfield por 3 a 2, na estreia na Libertadores

Redação, Estadão Conteúdo

21 de abril de 2021 | 00h20

Não foi a estreia que a torcida esperava porque o Flamengo falhou muito na marcação e levou dois gols, porém, mais uma vez contou com as participações decisivas de jogadores de alto nível técnico como Gabriel e Arrascaeta que marcaram, ao lado de Willian Arão, os gols da virada em cima do Vélez Sarsfield, por 3 a 2, em Buenos Aires. Para o uruguaio, o segredo é simples para buscar o título da Copa Libertadores: humildade.

O meia marcou o gol da virada, mas fez questão de dividir os méritos da vitória com seus companheiros. "Nosso grupo é muito forte, porque nós temos jogadores fantásticos. Temos que seguir com humildade, como fizemos hoje, lutando até o fim, porque todos os jogos são difíceis. O Flamengo sempre joga assim, em cima do adversário. Esta é nossa característica."

Ao marcar o gol da vitória, o uruguaio chegou aos seu 34º gol com a camisa rubro-negra e também com a marca de 34 assistências. O atacante Gabriel também provou sua fama de artilheiro, marcando o segundo gol de pênalti. É seu 12º gol pelo Flamengo em Libertadores, o que o deixa a apenas quatro gols de Zico, maior goleador do clube na competição.

O segundo jogo do Flamengo na Copa Libertadores será contra o Unión La Calera (Chile), na próxima terça-feira, às 19h15, no Maracanã, pelo Grupo G. O time chileno fará sua estreia nesta quinta-feira em casa diante do LDU, do Equador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.