Arrependido, Fabiano tem chance no Santos

Fabiano está arrependido do que fez no jogo contra o Cruzeiro e reconhece que sua expulsão naquela partida prejudicou o time do Santos. "Foi uma fatalidade; acabei perdendo a cabeça e prejudiquei muito a equipe". Cumprida a suspensão, ele está de volta ao time principal, substituindo Elano (suspenso). "Agora, é fazer o possível para que isso não ocorra mais".Mas Fabiano estava mais preocupado é com o momento do time, com o Cruzeiro abrindo cinco pontos de vantagem sobre o Santos, que se mantém na vice-liderança. "Mais do que nunca o time necessita de um resultado positivo, mas não vamos sair como loucos atrás dele". Isso, segundo ele, não pode existir numa equipe como o Santos. "Temos um padrão tático e estamos cientes de nossas necessidades e vamos construir o resultado".Genro de Vanderlei Luxemburgo, não se ilude com elogios públicos que o sogro e treinador do Cruzeiro tem feito à equipe do Santos. "A gente vê a todo momento pela imprensa o Vanderlei e outras pessoas falando que o Santos é o melhor elenco, mas acho que é preciso provar que é mesmo o melhor elenco e, infelizmente, nos últimos jogos não temos provado isso".Por conta dos últimos maus resultados - a derrota para o Cruzeiro e o empate contra o Juventude - Fabiano acha que "é preciso colocar os pés no chão e correr mais do que nunca atrás da primeira colocação".O atleta ainda não conquistou uma posição de titular, embora seja um dos "15 titulares" que Leão costuma se referir. Tem entrado no time em várias funções e já atuou até como atacante, que não é seu forte. Mas os gols saíram e o treinador, na falta de um substituto para Ricardo Oliveira, teve de fazer a improvisação. William está garantido a camisa 9 e Fabiano tem sempre esperado uma oportunidade de entrar durante a partida ou substituir algum colega, como no caso de hoje em que ele entra no lugar de Elano.Leão tem elogiado Fabiano pelo seu esforço tático, mas isso ainda não foi o suficiente para que ele se firmasse como titular do time. Tem até o final do ano para mostrar suas qualidades, à espera da reformulação que o time deverá sofrer em 2003, podendo ficar com a vaga de algum atleta que fatalmente será negociado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.