Arritmia afasta Lugão do Fluminense

Desde a semana passada, o goleiro Lugão não tem treinado no Fluminense - o motivo alegado inicialmente foi um problema familiar. Mas, nesta terça-feira, o presidente do clube, Roberto Horcades, admitiu que a verdadeira razão do afastamento do jogador foi uma arritmia cardíaca.Segundo o presidente do Fluminense, Lugão poderá voltar normalmente aos treinos em duas semanas. "No final, nada mais foi do que um probleminha inflamatório que atingiu o músculo cardíaco", disse Roberto Horcades, que é cardiologista.Responsável pelos exames que constataram a arritmia em Lugão, o presidente do clube explicou que o resultado não foi divulgado a pedido do próprio atleta. "Até para evitar o disse-me-disse e para preservar a imagem do jogador, procuramos fazer a coisa com a maior rapidez para tranqüilizar a família tricolor, da qual ele já faz parte", explicou Roberto Horcades.Para realizar exames mais detalhados, Lugão, de 27 anos, precisou ficar dois dias internado em um hospital da zona sul do Rio. Mas agora ele já está em casa, se recuperando. De acordo com Roberto Horcades, esta não foi a primeira vez que um problema coronariano foi constatado em Lugão. O dirigente contou que durante sua passagem pelo Volta Redonda, no ano passado, o goleiro já havia tido uma inflamação semelhante."Ele disse que fez um exame no Volta Redonda que constatou uma arritmia, mas que não foi levado a sério. Uma coisa é fazer um exame quase rotineiro. E outra coisa é fazer exame para ser contratado", contou Roberto Horcades. "Fomos a fundo para investigar o problema, que não é grave. Não houve qualquer mudança na rotina do ser humano Lugão."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.