Arsenal admite saída de Arshavin no fim da temporada

O técnico do Arsenal, Arsène Wenger, admitiu nesta sexta-feira que o meia Andrey Arshavin deve deixar o clube inglês ao fim da atual temporada. Wenger, que também é responsável pelas contratações, afirmou que há poucas chances de manter o jogador russo, de 31 anos, na equipe.

AE, Agência Estado

12 de abril de 2013 | 13h40

"Eu não acho que ele vai permanecer aqui, porque tem jogado pouco", declarou o treinador. "Ele está no fim do seu contrato e, no final da temporada, vai decidir o que fazer", afirmou, sem demonstrar interesse em oferecer novo vínculo ao atleta.

Arshavin tem enfrentado dificuldades desde que chegou ao Arsenal em 2009, a um alto custo de US$ 23 milhões. Ele nunca correspondeu às expectativas da torcida e tem recebido poucas chances na equipe nas últimas duas temporadas, sendo alvo constante de críticas dos torcedores.

Sem oportunidades no clube inglês, o meia acabou sendo emprestado na temporada passada ao Zenit St. Petersburg, time russo que deixou justamente para acertar com o Arsenal há quatro anos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolArsenalArshavin

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.