John Sibley/Reuters
John Sibley/Reuters

Arsenal atropela Liverpool e assume vice-liderança do Inglês

Confirmando boa fase, Gunners chegam à sétima vitória seguida

Estadão Conteúdo

04 de abril de 2015 | 10h41

Depois de 10 vitórias nas últimas 11 partidas, não há mais como não colocar o Arsenal como um real concorrente ao título do Campeonato Inglês. Neste sábado, na abertura da 31.ª rodada, em Londres, a equipe do técnico Arsène Wenger fez um primeiro tempo primoroso para vencer com tranquilidade o clássico contra o Liverpool, por 4 a 1, chegando ao sétimo triunfo seguido.

O resultado fez o Arsenal atingir 63 pontos, provisoriamente no segundo lugar, deixando para trás o Manchester City, que tem 61 e vai a Londres na segunda-feira para visitar o Crystal Palace. Líder, o Chelsea soma 67 e joga ainda neste sábado, também na capital inglesa, contra o Stoke City.

Revelação espanhola de apenas 20 anos, o lateral-direito Bellerín mostrou estrela. Aos 37 minutos, invadiu a área, fintou o zagueiro e bateu de esquerda, sem chances de defesa. Foi apenas o segundo gol dele na carreira, abrindo o placar em um clássico no Emirates Stadium.

Apenas três minutos depois, Özil bateu falta com perfeição. Na entrada da área, aproveitou que Mignolet montou sua barreira de forma no mínimo estranha, fez a bola passar bem à direita da barreira e colocou no canto do goleiro belga, que não voltou a tempo de alcançar.

Também bastante bonito foi o terceiro gol, aos 45, de Alexis Sánchez. O chileno recebeu de Ramsey já driblando o marcador e bateu forte, de longe, para ampliar e praticamente definir o jogo para o Arsenal.

No segundo tempo, pressionando, o time dos brasileiros Lucas Leiva e Phillippe Coutinho conseguiu apenas fazer o gol de honra, com Henderson, de pênalti. As chances de reação, que já eram pequenas, foram dizimadas quando o alemão Emre Can fez falta dura na lateral e foi expulso.

Com um a mais, o Arsenal fez o quarto nos acréscimos, com Giroud, também um golaço. O francês recebeu passe em profundidade, driblou a bola, fintou um zagueiro e bateu colocado.

Duas derrotas seguidas, em clássicos contra Manchester United e Arsenal, causam prejuízo não só emocional, mas também na classificação. Com 54 pontos, o Liverpool é o quinto, mais perto de perder posição para Southampton e Tottenham (ambos 53 pontos) do que passar o Manchester (59).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.