Adrian Dennis/ AFP
Adrian Dennis/ AFP

Arsenal avalia ser cedo para discutir o futuro de Wenger

Contrato do técnico se encerrará ao término da temporada 2016/2017

Estadão Conteúdo

06 Outubro 2016 | 15h00

O Arsenal parece não ter presa para definir o futuro do técnico Arsène Wenger. O diretor esportivo do clube londrino, Ivan Gazidis, declarou nesta quinta-feira que a equipe vai decidir se renovará o contrato do treinador francês "quando considerar conveniente".

O contrato de Wenger com o Arsenal se encerrará ao término da temporada 2016/2017, a 21ª do treinador à frente do clube londrino. "Está claro, e todos temos isso claro, que será uma decisão mútua. Ambos temos que estar de acordo com isso", disse Gaizidis durante uma conferência no Vaticano sobre a religião e o esporte.

Para muitos torcedores do Arsenal, Wenger, de 66 anos, é o único técnico do Arsenal que eles conheceram. A equipe londrina disputa a Liga dos Campeões pela 19ª vez consecutiva com Wenger, mas o francês não leva o time ao título do Campeonato Inglês desde 2004.

"O Arsenal não é Arsène Wenger. Não são a mesma o coisa. O que Arsène fez foi assimilar, entender a aceitar os valores do clube e melhorá-los. Do ponto de vista futebolístico, ele transformou o clube", disse Gazidis em entrevista à agência de notícias The Associated Press.

Após sete rodadas disputadas, o Arsenal ocupa o terceiro lugar no Campeonato Inglês com 16 pontos. O próximo compromisso do time será em 15 de outubro, em casa, diante do Swansea.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.