Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Site Oficial / Vitesse
Site Oficial / Vitesse

Arsenal contrata o norueguês Martin Odegaard por empréstimo do Real Madrid

Odegaard tem o status de ser o jogador mais jovem a atuar na primeira divisão da Noruega, quando aos 15 anos fez sua estreia no Stromsgodset,

Redação, Estadão Conteúdo

27 de janeiro de 2021 | 10h22

O Arsenal contratou o meio-campista norueguês Martin Odegaard por empréstimo do Real Madrid para o resto da temporada. Esta é mais uma oportunidade para o atleta, de 22 anos, ratificar as enormes expectativas com relação a sua carreira internacional, iniciada aos 16 anos de idade. Odegaard está em Madri desde 2015, mas não conseguiu destaque no tradicional time espanhol, o que lhe causou períodos de empréstimos também para o Heerenveen e Vitesse Arnhem, ambos da Holanda, além da temporada passada na Real Sociedad.

Com a saída do alemão Mesut Ozil para o Fenerbahçe, da Turquia, na semana passada, Odegaard surgiu como um possível herdeiro para a posição na equipe londrina. "Martin é, claro, um jogador que todos nós conhecemos muito bem", disse Mikel Arteta, técnico do Arsenal, nesta quarta-feira. "Embora ainda jovem, ele tem experiência no nível superior do futebol há muito tempo. Ele vai nos fornecer qualidade e opções ofensivas."

Odegaard tem o status de ser o jogador mais jovem a atuar na primeira divisão da Noruega, quando aos 15 anos fez sua estreia no Stromsgodset, em 15 de abril de 2014. Ele teve sua primeira aparição internacional em agosto daquele ano, antes de se juntar ao Real Madrid cinco meses depois, ao ser anunciado como um dos jovens mais talentosos da Europa.

Odegaard vai disputar uma vaga na armação das jogadas do Arsenal com Emile Smith Rowe, de 20 anos, titular atual no time de Arteta, que demonstra, desde sua chegada ao clube em dezembro de 2019, gostar de trabalhar com jovens no elenco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.