Arsenal descarta possibilidade de demitir Wenger

O Arsenal fez o seu pior início de temporada no Campeonato Inglês desde 1953, mas o técnico Arsène Wenger não corre qualquer risco de ser demitido, de acordo com Ivan Gazidis, diretor executivo do clube. Nas cinco primeiras rodadas do Campeonato Inglês, o Arsenal sofreu três derrotas. Mas Gazidis descartou a possibilidade de demitir Wenger. "Não é um caminho que vamos seguir", disse.

AE, Agência Estado

20 de setembro de 2011 | 08h43

Wenger, que está no comando do Arsenal desde 1996, não é campeão pelo clube desde a Copa da Inglaterra de 2005. Além disso, a equipe faturou o título do Campeonato Inglês pela última vez em 2004. Gazidis disse que ter críticos e torcedores que classificam Wenger "como uma espécie de idiota" é prejudicial para o futebol. "Ele não se tornou subitamente um mau treinador ou alguém que perdeu o contato com o futebol. É um completo disparate".

Após a disputa de cinco rodadas, o Arsenal está em 17º lugar no Campeonato Inglês, apenas uma posição acima da zona de rebaixamento, com quatro pontos. A equipe volta a jogar pelo torneio no próximo sábado, em casa, contra o Bolton. Na Liga dos Campeões da Europa, após passar pela fase preliminar, a equipe londrina estreou na fase de grupos com empate por 1 a 1 com o Borussia Dortmund.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.