Jean-Christophe Bott / AP
Jean-Christophe Bott / AP

Arsenal e Atlético de Madrid começam confronto por vaga na final da Liga Europa

Wenger diz que partida parece jogo de Liga dos Campeões e Simeone nega que haja favoritismo para qualquer lado

Estadão Conteúdo

26 de abril de 2018 | 11h00

De um lado o Arsenal, do técnico francês Arsène Wenger, que mesmo a contragosto anunciou na semana passada que está é sua última temporada à frente do clube inglês - ele está no clube londrino desde 1996. Do outro, o Atlético de Madrid, do treinador argentino Diego Simeone, que tenta chegar em mais uma final europeia com a equipe espanhola. Os clubes se enfrentam nesta quinta-feira, às 16 horas (de Brasília), no Emirates Stadium, em Londres, no primeiro jogo da semifinal da Liga Europa.

+ Brasileiro nega Red Bull Salzburg 'azarão' e confia em ida à final da Liga Europa

+ Torcedores da Roma são presos por agressão a fã do Liverpool que está internado

A equipe inglesa terá problemas para a partida. Arsène Wenger não poderá contar com o atacante ganês Aubameyang - ele já defendeu o Borussia Dortmund na competição. Assim, no ataque seu principal jogador será o francês Lacazette.

"Eles são uma equipe muito forte. Se você analisar, é o segundo melhor time da Espanha. Exigimos total comprometimento do nosso lado e disciplina, já que eles não têm pontos fracos defensivamente. Mais parece um jogo da Liga dos Campeões do que da Liga Europa", disse Arsène Wenger sobre o rival.

Do lado espanhol, Diego Simeone negou qualquer favoritismo de uma das equipes na partida. "O futebol é um jogo que muda a todo tempo. Eu me limito a aceitar a realidade: esse papo de favoritos é coisa de jornalistas. Mas, além dos favoritismos, a realidade surge quando o árbitro apita e começa o jogo", disse o argentino.

O Arsenal vem sendo apontado como favorito por conta da boa campanha nesta mata-mata da Liga Europa. Nas oitavas de final, o time inglês despachou o Milan. E, nas quartas, eliminou o CSKA Moscou pelo placar agregado de 6 a 3, enquanto que o Atlético de Madrid sofreu para superar o Sporting Lisboa por 2 a 1.

"Jogaremos contra um rival forte. O Arsenal tem uma história importante na Europa. Ambos os clubes tem muita expectativa por chegar à final", afirmou Diego Simeone. "Teremos um jogo intenso e duro. O rival vai nos exigir ao máximo. Jogaremos num estádio maravilhoso, com uma torcida que estará dedicada ao seu time".

Na outra semifinal, Olympique de Marselha e Red Bull Salzburg se enfrentam também às 16 horas, no estádio Velodrome, em Marselha, na França.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.