Peter Powell/EFE
Peter Powell/EFE

Arsenal é superado pelo Everton e perde chance de subir para 3º no Inglês

Jagielka marca o gol do triunfo por 1 a 0 do time de Liverpool, que pode empurrar londrinos para a 5ª posição

Redação, Estadão Conteúdo

07 de abril de 2019 | 12h46

O Arsenal teve sua série de seis jogos sem derrota no Campeonato Inglês interrompida neste domingo ao perder para o Everton por 1 a 0, fora de casa, em Liverpool, em duelo da 33ª rodada e pode deixar a zona de classificação à Liga dos Campeões. O zagueiro Phil Jagielka marcou o único gol do triunfo dos donos da casa.

Com 63 pontos, o Arsenal, depois do primeiro revés em dez jogos contra o Everton, desperdiçou a chance de assumir o terceiro lugar, hoje ocupado pelo Tottenham e, para piorar, pode deixar o quarto posto se o rival Chelsea, quinto colocado, com os mesmos 63 pontos, pontuar diante do West Ham, em casa, nesta segunda-feira.

O triunfo no torneio nacional, o terceiro consecutivo, confirma a boa fase do Everton. O time de Liverpool se rearranjou na temporada e tem conquistado bons resultados recentemente, visto que, além da vitória em cima do Arsenal, já havia superado o Chelsea há duas rodadas.

Curiosamente, a partida foi decidida por um jogador que, a princípio, não entraria em campo. O experiente Jagielka, de 36 anos, não seria titular, mas Michael Keane sentiu um desconforto durante o aquecimento e teve sua vaga ocupada pelo veterano às pressas.

O tento de Jagielka foi originado de um jogada ensaiada. Digne cobrou o lateral na área, a defesa do Arsenal vacilou e o zagueiro pegou a sobra para abrir o placar e marcar seu primeiro gol em dois anos.

Com pouca inspiração, especialmente pelas atuações ruins de Özil e Guendouzi, o Arsenal em nada lembrou a equipe agressiva e eficiente dos duelos em casa, no Wembley. O time do técnico Unai Emery praticamente não incomodou o rival. Lacazette, isolado na frente, recebeu poucas bolas e não conseguiu furar a defesa dos donos da casa.

Os brasileiros Bernard e Richarlison não brilharam, mas foram importantes para o resultado positivo do Everton. Ambos tiveram uma chance cada de marcar, mas finalizaram mal. No entanto, ajudaram na marcação e na manutenção da posse de bola no ataque e foram aplaudidos ao serem substituídos.

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.