Murad Sezer/Reuters
Murad Sezer/Reuters

Arsenal faz 3 a 0 na Turquia e encaminha vaga na Copa dos Campeões

Gibbs, Ramsey e Giroud marcaram a favor do time londrino

AE, Agência Estado

21 de agosto de 2013 | 17h46

ISTAMBUL - Depois de sofrer para conseguir uma vaga na fase preliminar da Copa dos Campeões com o quarto lugar no Campeonato Inglês da temporada passada, o Arsenal parece ter aprendido a lição. Nesta quarta-feira, venceu o Fenerbahce por 3 a 0, em plena Istambul, e deu enorme passo para se garantir na fase de grupos da Copa. Terça-feira que vem, poderá perder por até dois gols de diferença, em Londres, no jogo de volta.

Se confirmar a vaga que parece certa, o Arsenal vai retornar à fase de grupos da Liga dos Campeões depois da ausência na temporada passada. Antes, o time havia jogado a competição por 14 anos seguidos.

O placar do time inglês foi todo construído no segundo tempo em Istambul. Aos 6 minutos, Ramsey deu uma de Ronaldinho. Olhou para um lado e tocou para o outro. Encontrou Walcott livre nas costas da zaga para cruzar até Gibbs, que só escorou para as redes.

Aos 19, Ramsey arriscou de fora da área, rasteiro, e o goleiro Demirel aceitou. Treze minutos depois, Kadlec derrubou Walcott na área. Pênalti que Giroud bateu no ângulo para fazer 3 a 0 e praticamente garantir a vaga ao Arsenal.

OUTROS JOGOS

Fechando os jogos de ida desta fase chamada pela Uefa de playoffs, a quarta-feira teve cinco partidas. Em outro confronto entre países de tradição, o Schalke 04, da Alemanha, vacilou em casa e apenas empatou em 1 a 1 com o PAOK, da Grécia. Farfán e Stoch marcaram.

O Basel, da Suíça, foi até a Bulgária e não tomou conhecimento do Ludogorets, vencendo por 4 a 2 e encaminhando a vaga. O brasileiro Marcelinho marcou para o time da casa. Na Romênia, o Steaua Bucareste empatou em 1 a 1 com o Legia, da Polônia. Já na Croácia, melhor para o Áustria Viena, que fez 2 a 0 no Dínamo Zagreb.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.