Adrian Dennis/AFP
Adrian Dennis/AFP

Arsenal goleia o Fulham fora de casa e vence a sexta seguida no Inglês

Gunners triunfam no clássico londrino por 5 a 1 e chegam à terceira colocação da tabela

Estadão Conteúdo

07 Outubro 2018 | 09h58

Depois de um início complicado, o Arsenal de Unai Emery definitivamente embalou no Campeonato Inglês. Neste domingo, pela oitava rodada, a equipe londrina visitou o Fulham, jogou bem e goleou por 5 a 1, somando a sexta vitória consecutiva na competição.

Depois de duas derrotas nas primeiras rodadas, o Arsenal engrenou e já chega à terceira colocação da tabela, com 18 pontos, um atrás de Manchester City e Liverpool, que se enfrentam ainda neste domingo. Por outro lado, o Fulham tem apenas cinco pontos, em 17.º, à beira da zona de rebaixamento.

Apesar da goleada, quem começou melhor neste domingo foi o Fulham, que assustou com Vietto logo aos dois minutos, exigindo boa defesa de Leno. Na primeira boa chegada ao ataque, porém, o Arsenal marcou. Aos 28, Iwobi abriu na esquerda com Monreal, que tocou no meio para Lacazette. O atacante girou sobre Tim Ream e finalizou para a rede.

O jogo seguiu equilibrado, e o Fulham seria beneficiado por sua estratégia de marcar por pressão antes do fim do primeiro tempo. Aos 43 minutos, nova saída errada do Arsenal, desta vez com Monreal. Vietto foi acionado e deu ótima enfiada para Schürrle, que tocou sobre Leno para empatar.

Se o Fulham conseguiu equilibrar a etapa inicial, o segundo tempo foi todo do Arsenal, que não demorou para voltar a ficar em vantagem. Aos três minutos, Lacazaette aproveitou sobra, virou e arriscou de fora da área, surpreendendo Bettinelli.

A partir daí, o que se viu foi um passeio do time londrino, que marcou um lindo gol aos 21. Após bela troca de passes pela direita, Aubameyang foi acionado na esquerda e tocou para Ramsey, que desviou de letra e marcou.

O próprio Aubameyang seria o responsável por selar o placar com dois gols antes do apito final. Aos 33, ele recebeu na área de Bellerin, girou sobre a marcação e finalizou cruzado. Já nos acréscimos, o gabonês recebeu ótimo passe de Ramsey, arrancou e bateu no canto, sem chances para Bettinelli.

O Arsenal só volta a campo agora em duas semanas, no dia 22, quando recebe o Leicester, novamente pelo Inglês. Já o Fulham tentará a recuperação diante do lanterna Cardiff, fora de casa, no dia 20.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.