Mike Hewitt/EFE
Mike Hewitt/EFE

Arsenal leva gol nos acréscimos e perde de virada para o Brighton no Inglês

Segundo revés consecutivo deixa time estacionado na nona posição, com 40 pontos, longe de se classificar para as competições europeias

Redação, Estadão Conteúdo

20 de junho de 2020 | 15h17

Depois de ser derrotado com facilidade pelo Manchester City, o Arsenal segue sem reagir neste reinício do Campeonato Inglês. Neste sábado, a equipe londrina levou um gol nos instantes finais e perdeu de virada para o Brighton, por 2 a 1, fora de casa, em duelo da 30ª rodada.

O segundo revés consecutivo deixa o Arsenal estacionado na nona colocação, com 40 pontos, longe da zona de classificação para as competições europeias. O Brighton continua na 15ª colocação, mas, agora com 32 pontos, conseguiu abrir distância da zona de rebaixamento.

O primeiro tempo foi movimentado, mas sem gols. O Arsenal foi superior, porém não o suficiente para exercer um domínio sobre o adversário. Na melhor chance dos visitantes, Saka finalizou com perigo, perto do travessão do gol da equipe mandante.

Todos os gols saíram na etapa final. O atacante marfinense Nicolas Pépé, até então sumido no jogo, abriu o placar para o Arsenal aos 23 minutos com um golaço em arremate de esquerda da entrada da área. A partir daí, o time londrino voltou a ser irregular e pagou um preço caro por erros em jogadas de bola parada, algo que têm sido recorrentes.

O empate do Brighton veio aos 30 minutos. Em lance confuso, Maupay concluiu, a defesa do Arsenal salvou, mas a bola sobrou para o zagueiro Dunk mandar para as redes. E o time visitante foi castigado aos 50 minutos, quase no último lance do jogo. Maupay foi lançado e tocou por cima do goleiro para sacramentar a virada dos mandantes.

Maupay se tornou o principal personagem do jogo. Não só por participar dos dois gols, mas também porque o atacante francês se chocou com o goleiro Leno na primeira etapa e causou revolta no jogador do Arsenal, que sofreu uma lesão no joelho direito e teve de ser substituído. Com dores, ele saiu de campo de maca "jurando" o atacante rival por considerar que houve maldade no lance.

Na outra partida já encerrada neste sábado, Watford e Leicester empataram em 1 a 1. O duelo foi marcado por golaços, ambos anotados nos acréscimos. O primeiro saiu dos pés do lateral-esquerdo inglês Ben Chilwell, que acertou um lindo chute no ângulo para abrir o placar os visitantes aos 45 minutos da etapa final. Três minutos depois, o zagueiro Craig Dawson respondeu à altura e marcou o gol de empate em belo voleio.

Com a igualdade, o Leicester chegou aos 54 pontos e permanece na terceira colocação. Já o Watford segue na briga contra o rebaixamento, com 28 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.