Carl Rene/ Reuters
Carl Rene/ Reuters

Arsenal perde para time da segunda divisão e é eliminado da Copa da Inglaterra

Com reservas, equipe de Arsène Wenger decepciona e não passa pelo Nottingham Forest

Estadao Conteudo

07 Janeiro 2018 | 16h22

Mal no Campeonato Inglês, em que está fora da zona de classificação à Liga dos Campeões da Europa, o Arsenal, com um time inteiro formado por reservas, decepcionou também na Copa da Inglaterra. Atual campeão do torneio, o time do técnico francês Arsène Wenger perdeu como visitante para o Nottingham Forest, que joga a Championship, equivalente à segunda divisão inglesa, por 4 a 2 e foi eliminado da competição logo em sua estreia.

+ Com dois gols de Harry Kane, Tottenham vence e avança na Copa da Inglaterra

Há cinco jogos sem vitória e apenas o 14.º colocado na segunda divisão, o Nottingham Forest se agigantou jogando em sua casa, o estádio City Ground, e fez uma partida memorável diante de seus torcedores. Destaque para o lateral-direito norte-americano Eric Lichaj, que fez os dois primeiros gols do time de Nottingham, sendo o último um golaço de sem pulo que entrou no ângulo do imóvel goleiro colombiano Ospina. Antes, o zagueiro Mertesacker havia marcado para o Arsenal após aproveitar rebote na área. Assim, o segundo tempo terminou 2 a 1 para os donos da casa.

Na etapa final, o Nottingham Forest mostrou que não fez um bom primeiro tempo por acaso. Aproveitando a lentidão da zaga do Arsenal, o atacante Cash foi derrubado por Holding dentro da área. Brereton deslocou Ospina para converter a cobrança e ampliar a vantagem no placar aos 20 minutos. Desesperado, o time londrino, que só tinha jovens na reserva, se mandou ao ataque e conseguiu diminuir com Welbeck, que tirou proveito da bobeada da zaga adversária e empurrou para as redes.

Completamente atirado no campo de ataque, o Arsenal era mais ameaçado no contra-ataque do que ameaçava o adversário. Em um dos vários contragolpes, o Nottingham Forest descolou mais um pênalti com Traoré, que foi derrubado por Debuchy na área. Mesmo escorregando, Dowell converteu o pênalti e sacramentou a vitória sobre o atual campeão da Copa da Inglaterra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.