Arsenal tem ponto a provar contra Manchester, diz técnico

O Arsenal tem um ponto especial a provar contra o Manchester United no sábado, quando tentará adiar mais um título inglês dos atuais campeões.

REUTERS

14 de maio de 2009 | 14h39

O treinador Arsene Wenger disse a repórteres que seus jogadores, feridos pela derrota por 4 x 1 para o Manchester no placar agregado das semifinais da Liga dos Campeões, são equivalentes aos adversários no ataque, se não na defesa, e querem provar isso frustrando a festa do rival.

O Manchester precisa de apenas um ponto em seus dois últimos jogos para conquistar seu 18o título inglês da história, igualando um recorde do Liverpool.

"Vamos jogar por nosso orgulho e por respeito às pessoas que amam o esporte", disse Wenger nesta quinta-feira.

"Dissemos em janeiro que faríamos o nosso máximo até o último dia da temporada, e isso é o que faremos. O Manchester está próximo do título, mas nós podemos adiar."

O Arsenal está 18 pontos atrás dos líderes, em quarto lugar.

(Por Timothy Collings)

Tudo o que sabemos sobre:
FUTINGLESARSENAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.