Eddie Keogh/Reuters
Eddie Keogh/Reuters

Arsenal triunfa, freia euforia do United e toma lugar do rival no G-4 do Inglês

Gunners chegam aos 60 pontos com vitória por 2 a 0 sobre o adversário, que vinha de classificação heroica na Liga dos Campeões

Redação, Estadão Conteúdo

10 de março de 2019 | 16h10

O Arsenal aproveitou o confronto direto disputado em casa, neste domingo, e venceu o Manchester United por 2 a 0, com gols de Granit Xhaka e Pierre-Emerick Aubameyang. O triunfo obtido no Emirates Stadium, em Londres, freou a euforia do adversário, que vinha de uma histórica vitória por 3 a 1 sobre o Paris Saint-Germain, na capital francesa, que garantiu ao time uma improvável classificação às quartas de final da Liga dos Campeões, pois o time parisiense havia vencido o duelo de ida do mata-mata por 2 a 1, na Inglaterra.

Com o bom resultado, a equipe londrina também passou ultrapassado rival de Manchester na tabela e chegou à quarta posição, portanto dentro da zona de classificação para a próxima edição da Liga dos Campeões.

Passadas 30 rodadas, Arsenal agora tem 60 pontos, dois a mais do que o United, agora quinto colocado. O sexto é o Chelsea, com 57, com um jogo a menos do que os concorrentes, que será cumprido contra o Brighton, o 15ª colocado no Campeonato Inglês. Essa partida atrasada ainda terá a sua data agendada porque seu agendamento ainda depende do desempenho destes dois times em outras competições que estão disputando nesta temporada.

No duelo no Emirates Stadium, o Manchester United perdeu grande chance de abrir o placar, com bola na trave chutada por Lukaku, e, pouco depois, o castigo veio. Xhaka dominou a bola na faixa central da intermediária ofensiva e chutou forte, com efeito. O goleiro David De Gea foi traído pela trajetória da bola e não conseguiu defender.

O Manchester chegou a carimbar outra bola na trave, mas o Arsenal matou o jogo na etapa final. Em pênalti cometido por Fred, contestado pelos visitantes, Aubameyang bateu com estilo, no meio gol, para ampliar o placar. Apesar do chute fraco, De Gea tentou adivinhar o canto e acabou vencido no lance.

O Arsenal volta a campo às 17 horas desta quinta-feira, contra o Rennes, em casa, pela partida de volta das oitavas de final da Liga Europa. No jogo de ida, na França, a equipe sofreu uma derrota por 3 a 1. No próximo sábado, o Manchester United vai visitar o Wolverhampton, pelas quartas de final da Copa da Inglaterra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.