Arsène Wenger acha que lesão não tira Gallas da Copa

O técnico do Arsenal tranquilizou os torcedores franceses nesta quarta-feira sobre a lesão sofrida pelo experiente zagueiro William Gallas. O jogador de 32 anos deixou a partida diante do Barcelona, em Londres, válida pelas quartas de final da Liga dos Campeões, ainda no primeiro tempo. Apesar de a contusão ser grave, ele deve se recuperar a tempo de defender a França na Copa do Mundo.

AE, Agência Estado

31 de março de 2010 | 19h01

"Ele lesionou a panturrilha e acho que é o fim da temporada para ele", disse Arsène Wenger à rede de televisão francesa Canal Plus. "Eu não incluo a Copa do Mundo. Acho que ele estará pronto para a Copa", completou o treinador francês, que teve de substituir Gallas pelo brasileiro Denílson aos 44 minutos do empate por 2 a 2 com o time espanhol.

Gallas já vinha lidando com a lesão na panturrilha há algum tempo, inclusive sendo dúvida para a partida desta quarta. O próprio Wenger chegou a afirmar que a contusão do zagueiro parecia não ter fim. Agora, ele dificilmente deve atuar pelo Arsenal até o meio do ano, concentrando sua recuperação na expectativa de disputar a Copa na África do Sul.

O defensor é peça importante no esquema do técnico da França, Raymond Domenech. O comandante da seleção francesa conta com Gallas, que já foi vice-campeão mundial com o time em 2006, ao perder na final para a Itália.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.