Divulgação/Ag. Palmeiras e Arquivo Pessoal/Arthur Cabral
Divulgação/Ag. Palmeiras e Arquivo Pessoal/Arthur Cabral

Arthur comemora encontrar no Palmeiras o ídolo de infância Jailson

Novo atacante do clube é fã do goleiro desde a época em que ambos moravam em Campina Grande

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

08 Janeiro 2019 | 04h30

A pré-temporada do Palmeiras propiciou uma reunião entre fã e ídolo. O reforço Arthur Cabral, atacante trazido do Ceará, se apresentou ao clube para se tornar colega de elenco do goleiro Jailson, de quem é admirador desde a infância. Os dois se encontraram pela primeira vez em 2007, em Campina Grande (PB), no papel de torcedor e goleiro da Campinense.

Arthur tinha nove anos quando foi ao treino do time e pediu para tirar foto com Jailson, então titular da equipe.  "Aquela foto foi meu pai que guardou. Lembro que ele tinha aquela foto no álbum. No time tinha o Jailson e o Rodrigo Tabata (meia ex-Santos)", relembrou Arthur. "Essa foto está sendo importante, porque é um cara que criou um carinho por mim", disse o atacante sobre o colega.

O antes torcedor mirim da Campinense se tornou profissional no Ceará, outro clube que Jailson também defendeu na carreira. Curiosamente, os dois tiveram um outro encontro parecido no ano passado. Arthur defendia o clube alvinegro e na véspera do confronto com o Santos, pelo Campeonato Brasileiro, foi treinar com a equipe na Academia de Futebol. No local, tirou outra foto com Jailson.

"Tive a honra de ser recebido pelo Jailson aqui no Palmeiras e refazer aquela foto. Ele está me dando muita moral no clube", afirmou o recém-contratado atacante palmeirense. Arthur é 17 anos mais novo do que Jailson. O jovem jogador assinou um vínculo de cinco temporadas e veio em transferência de R$ 5,5 milhões, por 50% dos seus direitos econômicos.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.