Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Artilheiro do Paulistão, santista Jean Motta prefere dar assistência a fazer gols

Jogador que tem sete gols no Estadual diz ter como ponto forte armar jogadas e servir os companheiros

Redação, Estadão Conteúdo

03 de abril de 2019 | 13h06

Artilheiro do Campeonato Paulista com sete gols, o meia Jean Mota, do Santos, disse em entrevista coletiva nesta quarta-feira no CT Rei Pelé, em Santos, preferir dar assistência aos seus companheiros a fazer gols. "No meu escanteio, saiu o gol do Derlis (contra o Corinthians, no último domingo) e fiquei feliz da mesma forma. O gol vai sair naturalmente, como saía no começo do campeonato. Temos que buscar formas, não fico angustiado", comentou.

Jean Motta não faz um gol desde 7 de março, na goleada por 4 a 0 sobre o América-RN, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, pela segunda fase da Copa do Brasil. Pelo Paulistão, o seu último gol foi em 18 de fevereiro diante do Guarani, no triunfo por 3 a 0 no mesmo local.

O meia vai ter nova oportunidade de marcar nesta quinta-feira, às 19h15, em Goiânia, diante do Atlético Goianiense, em jogo válido pela rodada de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Na segunda, o time da Vila Belmiro terá o duela de volta contra o Corinthians pelas semifinais do Paulistão.

"O foco é a Copa do Brasil, temos de pensar nesse jogo, encarar como decisão, até por não ter mais gol fora. Sobre o Corinthians, vamos pensar a partir de sexta. Temos pensado nisso também, é claro, mas nosso focado é a Copa do Brasil", disse Jean Mota, que prefere pensar jogo a jogo, sem priorizar uma competição.

"São duas decisões. O resultado negativo na quinta-feira não nos abala para a segunda-feira contra o Corinthians, mas pode dar o desconforto para a quinta que vem. Não podemos deixar de fazer um bom resultado. Temos de pensar nessa quinta, conseguirmos um bom resultado para não termos surpresa", completou o meia.

A delegação santista viaja nesta quarta-feira para Goiânia. O jogo de volta está previsto o próximo dia 11, que marcará a reinauguração do estádio da Vila Belmiro, em Santos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.