Artilheiro Marcinho deve desfalcar S. Caetano

O São Caetano praticamente perdeu seu principal artilheiro para o jogo contra o Fluminense, sábado à tarde, no Maracanã. Com um estiramento muscular na perna direita, Marcinho dificilmente será liberado pelos médicos para atuar. Ninguém acredita numa recuperação tão rápida do meia-atacante que já marcou 13 gols, quase um terço de todos os 46 gols anotados pelo time no Campeonato Brasileiro. Estes números podem justificar a preocupação do técnico Tite, uma vez que o ataque do Azulão é o pior da competição, contrastando com a performance da defesa, a melhor de todos os 24 participantes, com apenas 33 gols sofridos. O técnico lamenta a situação e não demonstra otimismo em relação ao aproveitamento do jogador. "Ele não conseguirá treinar antes do jogo, então fica difícil escalá-lo. Mas vamos aguardar uma posição final do departamento médico", ponderou o treinador. Mas há pessimismo também do médico Paulo Forte. "As chances de recuperação são pequenas. Não podemos apressar sua recuperação, colocá-lo em campo e depois perdê-lo para os últimos dois jogos", argumentou o médico. A saída de Marcinho vai abrir espaço para a entrada de Capixaba no meio campo e a manutenção de Warley o ataque o lado de Somália. O zagueiro Serginho, poupado dos treinos de terça-feira, participou normalmente do coletivo da tarde no estádio Anacleto Campanella. O ala-esquerdo Elivélton continua de fora por causa de um estiramento na panturilha da perna esquerda. Outro que está fora dos treinos é o volante Marlon, que fraturou um dos dedos da mão no recreativo de sábado, na véspera do jogo com o Go iás.Com 71 pontos e ocupando a quarta posição geral, o São Caetano busca uma vaga na Libertadores de 2004. Depois de enfrentar o Fluminense, o time vai enfrentar o Juventude, em Caxias do Sul, encerrando sua participação diante do Internacional, no ABC.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.