Artilheiros atrás do recorde de 17 gols em uma Libertadores

Além da busca pelo título, os atacantes das 32 equipes que participarão da Copa Libertadores da América de 2007 estão de olho em outra conquista: bater a marca de 17 gols marcados por um jogador numa só edição do torneio.O feito foi conseguido em 1966 pelo argentino Daniel Onega, do River Plate. Contudo, o campeão daquele ano foi o Peñarol, do Uruguai. Quem chegou mais perto de Onega foi o brasileiro Luizão, que balançou as redes nada menos que 14 vezes na edição de 2000, pelo Corinthians.Se a marca de Onega parece inalcançável, o recorde de número de artilheiros em uma mesma edição aconteceu em 2006. Um total de 14 jogadores empataram no topo da artilharia. Entre eles estão os brasileiros Nilmar, do Corinthians, Aloísio, do São Paulo, Fernandão, do campeão Internacional, Washington e Marcinho, do Palmeiras. Todos marcaram cinco gols.Antes do ano passado, o recorde de artilheiros numa edição foi em 1999, quando seis jogadores empataram no alto da tabela com igual número de gols - incluindo os brasileiros Fernando Baiano, pelo Corinthians, e Gauchinho, pelo Cerro Porteño do Paraguai.Segundo estatísticas oficiais da Confederação Sul-Americana de Futebol (CSF), a temporada mais atípica em gols na Libertadores teve como principal artilheiro o argentino Osvaldo Panzutto, que fez apenas quatro gols pelo Santa Fé, da Colômbia, no ano de 1961.O primeiro artilheiro da competição por um clube brasileiro foi Coutinho, que marcou seis gols pelo Santos na edição de 1962. Três anos depois, Pelé fez oito também defendendo o time paulista. O país também teve artilheiros nos anos de 1968, 72, 74, 76, 79, 81, 84, 91, 92, 95, de 98 a 2004 e em 2006.Por clubes, o São Paulo teve o maior número de jogadores na artilharia, com seis. O Palmeiras aparece depois, com quatro, enquanto Flamengo, Santos e Corinthians aparecem com três. Completam a lista Grêmio (dois), Cruzeiro, Internacional e Guarani (um).Dois brasileiros foram artilheiros defendendo clubes de outros países: além de Gauchinho, goleador pelo Cerro Porteño em 1999, Sérgio João marcou dez gols com a camisa do Bolívar em 1998.

Agencia Estado,

13 de fevereiro de 2007 | 08h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.