Arturo Vidal espera se tornar 'um dos melhores do mundo'

Arturo Vidal espera se tornar 'um dos melhores do mundo'

Meia chileno da Juventus é um dos destaques da equipe, líder do Campeonato Italiano, com 34 pontos em 13 partidas disputadas

Estadão Conteúdo

03 de dezembro de 2014 | 17h13

O chileno Arturo Vidal é um dos destaques da Juventus há mais de três anos. O meia é um dos grandes responsáveis pela hegemonia do clube no país, após o tricampeonato consecutivo do Italiano, e rejeitou uma proposta milionária do Manchester United para seguir em Turim ao fim da última temporada. Ele garante não ter se arrependido e prevê que pode chegar a ser um dos melhores do mundo com a camisa da equipe.

"Eu estou contente e feliz aqui. Este é meu quarto ano aqui e eu me sinto em casa", disse à rádio chilena Cooperativa. "Quando uma janela para transferências se abre, sempre há alguns rumores, mas eu nunca penso nisso. Eu tenho um agente para tomar conta disso. Estou pensando apenas na Juventus, estou 100%, dando tudo de mim nos treinos para me tornar um dos melhores do mundo."

Com a proximidade de uma nova janela para transferências, em janeiro, Vidal tem sido novamente envolvido em rumores de negociação. Mas, outra vez, o chileno descartou sair da Juventus. "As coisas estão realmente indo bem e estamos voltando a jogar no nosso nível máximo. Eu estou muito feliz com nossos resultados. Sempre há rumores de transferências, mas eu estou calmo."

Na última temporada, Vidal foi o grande destaque da Juventus em mais um título italiano, tendo marcado 11 gols e dado cinco assistências nos 32 jogos que disputou na competição. No entanto, uma cirurgia em seu joelho direito em maio o afastou do fim do campeonato e colocou sua participação na Copa do Mundo em risco. Ele disputou o torneio, mas longe de sua forma física ideal.

"Com respeito ao passado, eu não acho que foi um ano perfeito, mas eu botei meu máximo de esforço. Eu joguei a Copa do Mundo e ganhei o título do campeonato com a Juventus", comentou. "Eu comecei este ano um pouco devagar por causa do meu joelho, mas agora estou bem. Joguei com dor, mas agora não sinto mais e tenho melhorado a cada dia. Me sinto quase perfeito."

Tudo o que sabemos sobre:
futinterfutebolJuventusVidal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.