Montagem/Estadão
Montagem/Estadão

As armas de Palmeiras e São Paulo para o clássico desta quarta

Alviverde aposta em Dudu, enquanto Tricolor confia em Pato

Ciro Campos, Gonçalo Júnior, O Estado de S. Paulo

25 Março 2015 | 07h00

Sem vencer clássicos no ano, Palmeiras e São Paulo se enfrentam na noite desta quarta-feira no Allianz Parque em um encontro que vale mais pelo resgate da confiança do que pela mudança de posição na tabela do Campeonato Paulista. Ambos ainda não ganharam dos rivais Corinthians e Santos e têm a última chance na primeira fase do Estadual de vencer um jogo de peso e mostrar musculatura para as fases decisivas.

As duas equipes se enfrentam pela primeira vez no novo estádio do Palmeiras, e estão em situação tranquila na classificação. Os dois são líderes de seus respectivos grupos com folga e, por isso, a importância da vitória no clássico é secundária para a tabela. Apresentamos as principais armas das equipes para se dar bem na partida:

PALMEIRAS 


1) Dudu

O técnico Oswaldo de Oliveira espera que o Palmeiras tenha mais agressividade no ataque. A aposta é a velocidade e a objetividade de Dudu, que terá liberdade para se movimentar. A ideia é que o time finalize mais e, para isso, o treinador também espera a movimentação dos meias.

2) Arouca

Embora tenha estreado apenas nos últimos jogos, o volante já se tornou um dos diferenciais da equipe. Ele é importante defensivamente, protegendo a zaga, mas também tem qualidade para jogar como meia. Sua presença sempre surpreende a defesa adversário. Na opinião do treinador, ele é um dos pontos de equilíbrio da equipe.

3) Allianz Parque

O Palmeiras já aprendeu a jogar em sua casa. O apoio dos torcedores, que devem lotar o Allianz Parque nesta quarta-feira, será um dos diferenciais da equipe. O time, principalmente do meio para a frente, costuma pressionar os adversários com um jogo rápido e dinâmico, que facilita e estimula a participação dos torcedores. Cerca de 17 mil ingressos já haviam sido vendidos até a noite desta terça-feira.







SÃO PAULO

1) Alexandre Pato

O artilheiro da equipe na temporada tem oito gols e passou por um tratamento intensivo para se recuperar de lesão no tornozelo direito. O poder de finalização e os deslocamentos dele são fundamentais para confundir a marcação e criar espaços. Pato tem ainda duas assistências no ano e é o principal jogador do ataque mais positivo da competição, com 24 gols marcados.

2) Michel Bastos

O técnico Muricy Ramalho tem pedido para o meia chegar na área para finalizar, pois confia na boa fase dele. Michel Bastos tem quatro gols no ano e é importante também na criação, principalmente pelos bons cruzamentos.

3) Defesa

O São Paulo não levou gols nos últimos três jogos em que foi escalado com a defesa titular. Novamente os principais atletas do setor estarão em campo. Rafael Toloi tem atuado com segurança, o jovem Lucão subiu ao time principal e não sentiu a pressão e Denilson tem sido eficiente na cobertura, sem marcar faltas.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS X SÃO PAULO

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Tobio, Vitor Hugo e Zé Roberto; Gabriel, Arouca, Rafael Marques, Robinho e Dudu; Cristaldo. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Lucão e Carlinhos; Denilson, Hudson, Michel Bastos e Ganso; Alexandre Pato e Luis Fabiano. Técnico: Muricy Ramalho.

Juiz: Vinícius Furlan

Local: Allianz Parque, São Paulo

Horário: 22h

Na TV: Globo e Band

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.