Às vésperas da Copa, dispara venda de bandeiras inglesas

A aproximação da Copa do Mundo e o desejo dos ingleses em ver sua seleção conquistar a taça pela primeira vez desde 1966 fizeram disparar a venda de bandeiras de São Jorge, o patrono da Inglaterra.Os fabricantes das tradicionais bandeiras, brancas com uma cruz vermelha, afirmaram que a procura duplicou em relação ao Mundial de 2002, disputado na Coréia do Sul e Japão. Só para esta Copa já foram vendidas mais de 30 milhões de bandeiras, o que demonstra a confiança dos ingleses na conquista do título. Até o primeiro-ministro Tony Blair ordenou que a bandeira seja hasteada em sua residência oficial em Londres nos dias de jogos da seleção. Um porta-voz do governo declarou que Blair tomou essa atitude por considerar que o Mundial da Alemanha trata-se de uma "ocasião especial".A Inglaterra está no grupo B e estréia na Copa no próximo sábado contra o Paraguai, em Frankfurt. Na primeira fase, enfrenta ainda Trinidad e Tobago no dia 15 de junho e Suécia no dia 20.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.