ASA bate Boa e comemora 7ª vitória em casa na Série B

Para o ASA, jogar em casa significa vitória certa no Campeonato Brasileiro da Série B. Em oito jogos disputados em seu domínios, no estádio Coaracy da Mata Fonseca, o time de Arapiraca (AL) conquistou sete vitórias e apenas um empate. Nesta sexta-feira não foi diferente. Derrubou o Boa, por 2 a 1, e interrompeu a sequência de três jogos com vitórias do clube mineiro.

AE, Agência Estado

12 de agosto de 2011 | 23h32

Com a vitória na 16.ª rodada, o ASA chegou aos 24 pontos, subiu sete posições e dormirá na quinta colocação da tabela de classificação. O Boa, por sua vez, perdeu uma posição e está em 11.º lugar, com 22 pontos.

No primeiro tempo, o ASA não deu chances para o Boa. Com o apoio da torcida, o time de Arapiraca pressionou desde o início e conseguiu abrir o placar logo aos oito minutos. Em boa jogada individual pela esquerda, Marielson se livrou da marcação e chutou, o goleiro Luis Henrique deu rebote e Didira aproveitou para marcar com o gol vazio.

Na segunda etapa, o ASA voltou como iniciou o jogo, pressionando e marcando logo no início. Em cobrança de falta, aos dois minutos, Chiquinho Baiano acertou uma bomba no canto direito, vencendo o goleiro Luiz Henrique. O Boa ainda conseguiu diminuir o placar aos 21 com Pablo, que recebeu cruzamento da esquerda e, da marca do pênalti, chutou para marcar.

Pela 17.ª rodada, o ASA vai a Volta Redonda (RJ), na próxima terça, para enfrentar o Duque de Caxias, no estádio Raulino de Oliveira, a partir das 19h30. O Boa recebe a Ponte Preta, também na terça, no estádio Dilzon Melo, na cidade de Varginha (MG), a partir das 21h50.

Ficha técnica

ASA 2 x 1 Boa

ASA - Gilson; André Nunes, Emerson e Toninho; Raulen, Fabinho Romão, Didira (Vitinha), Marielson (Jorginho), Raul (Léo Dias) e Chiquinho Baiano; Reinaldo Alagoano. Técnico: Vica.

Boa - Luiz Henrique; Jackson (Ramom), Thiago Carvalho, Pablo e Marinho Donizete; Claudinei, Olívio, Moisés e Carlos Magno; Waldison (Marco Antônio) e Jheimy (Valdo). Técnico: Nedo Xavier.

Gols - Didira, aos 8 minutos do primeiro tempo; Chiquinho Baiano, aos 2, e Pablo, aos 22 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Marielson e Toninho (ASA); Thiago Carvalho, Pablo, Claudinei e Olívio (Boa).

Árbitro - Ítalo Medeiros de Azevedo (RN).

Renda - R$ 42.040,00.

Público - 5.717 pagantes.

Local - Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca (AL).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.