Ásia quer cinco vagas fixas na Copa

O presidente da Confederação Asiática de Futebol, Mohamed bin Hammam, voltou a pedir cinco vagas para o continente nos mundiais de futebol, já a partir da Copa do Mundo de 2006, na Alemanha. ?Minha prioridade é conseguir cinco vagas para a Ásia. Aliás, é nosso direito?, disse o dirigente nesta quarta-feira, na abertura do congresso técnico da entidade que está sendo realizado em Kuala Lumpur, na Malásia, com a presença do presidente da Fifa. Joseph Blatter. Em entrevista coletiva minutos depois do pronunciamento de Hammam, Blatter praticamente colocou um fim na pretensão dos asiáticos. ?Trata-se de um pedido legítimo, mas será muito difícil atender?, disse Blatter. O presidente da Fifa lembrou que o campeão (no caso o Brasil) não tem mais vaga garantida no mundial seguinte, mas esta vaga deverá ser destinada ao representante da Oceania.

Agencia Estado,

14 Agosto 2002 | 12h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.