Assalto assusta Flamengo na Argentina

O time do Flamengo tomou um susto na tarde desta sexta-feira, em Buenos Aires. A equipe está na Argentina para o jogo contra o San Lorenzo, neste sábado, às 19h10, pela segunda rodada da Copa Mercosul. Enquanto a delegação do clube carioca se instalava no hotel, começou um assalto, com vários reféns, num prédio ao lado. A presença de dezenas de policiais, de helicópteros e de vários curiosos tumultuou o ambiente e atrapalhou a concentração dos flamenguistas.Apesar do susto, o técnico Zagallo não deu muita importância ao assalto. ?Essas coisas acontecem em qualquer lugar?, disse. O treinador está mais preocupado com o adversário deste sábado. Segundo ele, o Flamengo deve explorar os contra-ataques. "O futebol argentino alia técnica e força e não podemos errar", frisou.A novela com relação à contratação do volante Vampeta teve mais um capítulo nesta sexta-feira. Depois de alguns desmentidos sobre o interesse do clube pelo jogador, o vice-presidente de futebol flamenguista, Walter Oaquim, deixou claro que as negociações estão adiantadas.O dirigente salientou, no entanto, que o salário atual de Vampeta no Paris Saint-Germain (cerca de US$ 200 mil por mês) passou a ser o maior obstáculo para o Flamengo fechar o negócio. "Mas estou otimista, acho que vai dar para resolver isso", afirmou Walter Oaquim. Ele confirmou que o clube cederia os atacantes Reinaldo e Adriano e ainda exigiria uma quantia em torno de U$ 5 milhões do clube francês e da Inter de Milão, os detentores do passe de Vampeta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.