Assédio a Kaká já ultrapassa fronteiras

Kaká conquistou a Itália em um mês. E agora sua legião de fãs começa a se espalhar pelo mundo. Entre as muitas cartas que já recebeu desde que vestiu pela primeira vez a camisa do Milan, há até uma que chegou da Tailândia. O craque precisou de pouco tempo para descobrir o quanto é fanática a torcida do seu novo time. O assédio é tão grande quando ele deixa o hotel onde está vivendo provisoriamente que tem sido difícil viver momentos de ?turista? e conhecer as atrações de Milão. Ele tem evitado passeios a pé e vai radiografando a cidade de dentro do carro que o clube lhe deu, um Opel Frontera. Mas quando entra em um restaurante ? um de seus programas preferidos ?, é imediatamente reconhecido. E tome autógrafos...Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.