Assembléia ratifica mandato do presidente do Barcelona

O presidente do Barcelona, Joan Laporta, foi ratificado no cargo pela assembléia do clube, neste domingo, e poderá completar os dois anos do seu mandato. O dirigente recebeu o apoio de 52% dos 942 eleitores, enquanto 37,7% votou contra sua permanência no clube espanhol. Antes da votação, Laporta reconheceu erros cometidos durante seu mandato, mas lembrou também dos pontos positivos. "Este é um clube com futuro, que apresenta um bom futebol. Nesse sentido, nós trabalhamos rigorosamente, fomos bem sucedidos e com talento", afirmou o presidente. Há seis semanas, Laporta quase foi removido do cargo, depois que a oposição obteve 60% dos votos, próximo a porcentagem mínima exigida para remover o dirigente. Na ocasião, oito diretores renunciaram em protesto a recusa de Laporta de deixar o cargo. "Decidi continuar no caminho da responsabilidade naquele momento porque pensei que (renunciar) não seria bom para o clube", afirmou. Laporta assumiu a presidência do Barcelona em 2003 e foi reeleito três anos depois. O dirigente se tornou impopular devido ao fracasso do time nas últimas competições.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.