Miguel Rojo/AFP
Miguel Rojo/AFP

Uruguai denuncia Jara à Conmebol por ato contra Cavani

A Associação Uruguaia de Futebol (AUF) disse na sexta-feira que denunciou o jogador chileno Gonzalo Jara pelo incidente com o atacante uruguaio Edinson Cavani durante partida das quartas de final da Copa América. 

Malena Castaldi, REUTERS

27 de junho de 2015 | 10h01

Durante o jogo de quarta-feira, Cavani foi expulso por dar um leve toque no rosto de Jara. Minutos depois, imagens de televisão mostraram que o chileno colocou o dedo no traseiro do rival, o que provocou a sua reação.

"O Conselho Executivo da AUF decidiu iniciar a defesa do jogador Edinson Cavani", disse o órgão em um comunicado. "Como primeiro passo, relatou à Unidade Disciplinar da Conmebol os fatos produzidos pelo jogador Gonzalo Jara".

O Chile, que sedia a Copa América, venceu por 1 x 0 e foi à semifinal do torneio continental pela primeira vez desde 1999.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.