Associação Européia de Clubes anuncia diretoria

Presidente da nova entidade será Karl-Heinz Rummenigge, atual presidente do Bayern de Munique

Efe

21 de janeiro de 2008 | 17h33

O presidente do Bayern de Munique, Karl-Heinz Rummenigge, foi escolhido nesta segunda-feira como chefão da Associação Européia de Clubes (AEC), entidade que substituirá o G-14 e cuja diretoria permanecerá em exercício até o final da temporada, quando a assembléia geral escolherá novos dirigentes. Já o vice-presidente da entidade será o presidente do Barcelona, Joan Laporta. Veja também: Clubes terão indenização por perderem atletas para seleções Além disso, a AEC terá como vogais Umberto Gandini (Milan), Peter Kenyon (Chelsea), Marteen Fontein (Ajax) e Jean Michel Aulas (Lyon). Os 16 membros fundadores da AEC são: Real Madrid, Barcelona, Milan, Juventus, Lyon, Rangers, Manchester United, Chelsea, Bayern de Munique, Ajax, Porto, Olympiacos, Anderlecht, Birkirkara, Dínamo Zagreb e Copenhague.A Uefa anuncia "uma nova era" na relação com os clubes, que recupera a "harmonia" entre as duas partes, que era um dos objetivos do presidente da entidade, o francês Michel Platini.A AEC é composta em princípio por 103 clubes, embora o número de equipes por cada federação européia vá ser estabelecido a cada dois anos no final das competições européias em função do ranking da Uefa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.