Reuters/Carl Recine
Reuters/Carl Recine

Associação inglesa repudia 'comportamento inaceitável' de seus torcedores

Ingleses vandalizaram bares e carros em Sevilha antes de jogo com a Espanha; polícia britânica promete identificar e punir os envolvidos

Reuters

16 Outubro 2018 | 10h36

A Associação Inglesa de Futebol (FA) repudiou fortemente os distúrbios violentos ocorridos em Sevilha no domingo, menos de um dia antes de uma partida entre a Inglaterra e a Espanha na Liga das Nações, e prometeu punir qualquer torcedor que seja considerado responsável.

Cerca de 3 mil torcedores viajaram à cidade do sul espanhol para ver a partida, marcada para as 15h45 desta segunda-feira.

Imagens de vídeo publicadas em redes sociais parecem mostrar grandes grupos brandindo mesas e cadeiras em uma das principais ruas comerciais de Sevilha. Alguns também aparecem vandalizando carros.

O batalhão de choque foi obrigado a intervir para dispersar a multidão. Não surgiram relatos de prisões ou ferimentos graves.

“Repudiamos o comportamento inaceitável testemunhado em Sevilha. Na iminência da partida com a Espanha na noite de segunda-feira, exortamos aqueles que seguem o time a respeitarem nossos anfitriões e agirem de uma maneira responsável”, disse um porta-voz da FA.

“A FA trabalhará em parceria com a Unidade de Policiamento do Futebol britânica para ajudar a identificar os envolvidos, e puniremos qualquer membro do Clube de Viagem dos Torcedores da Inglaterra que se descobrir ser responsável por tumultos.”

Cerca de 90 torcedores ingleses foram presos por comportamento antissocial antes e depois de um amistoso com a Holanda em Amsterdã neste ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.