Assunção deixa porta aberta para sair do La Coruña

O volante Paulo Assunção se juntou nesta quinta-feira, com seis dias de atraso, ao elenco do La Coruña que se preparara para jogar novamente a segunda divisão do Campeonato Espanhol. O ex-jogador do São Paulo alegou problemas familiares no Brasil por ter se apresentado fora do tempo, e tentou minimizar os boatos de que deixará o clube.

AE, Agência Estado

11 de julho de 2013 | 11h04

Segundo a imprensa espanhola, a diretoria do La Coruña quer se livrar do jogador de 33 anos, que foi contratado em janeiro e não rendeu o esperado. Assunção tem mais dois anos de um contrato caro demais para um clube que disputará a segunda divisão.

O brasileiro diz que não se importa em disputar uma divisão inferior, mas que está aberto a propostas. "Tenho mais dois anos de contrato aqui e se for para eu sair que seja bom para o La Coruña e bom para mim também. Se não surgir proposta, estou contente aqui, sempre fui mui bem tratado", garantiu ele, em entrevista coletiva.

Assunção defendeu por quatro anos o Atlético de Madrid antes de passar um semestre no São Paulo. Mesmo agora depois de mais sete meses na Espanha, ele ainda tem dificuldades em dar entrevista naquela língua. Ainda assim se diz adaptado e não quer saber de voltar ao País.

"Meus filhos estão bem aqui. Voltar para o Brasil eu não quero", avisou o volante, que tem como empresário o português Jorge Mendes.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolLa CoruñaCampeonato Espanhol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.