Astros jogam pelas vítimas na Ásia

O futebol dá nesta terça-feira prova de engajamento e solidariedade. Mais de 50 astros estarão em campo, no estádio do Barcelona, na Espanha, em jogo beneficente para arrecadar fundos para as vítimas do maremoto na Ásia no fim do ano. A partida, liderada por Ronaldinho Gaúcho e Shevchenko, tem apoio de clubes, da Uefa e da Fifa, começa às 18 horas (horário de Brasília) e terá transmissão ao vivo do SporTV.Há expectativa de que o encontro de astros possa render até US$ 9 milhões para os fundos de apoio às regiões afetadas pelos tsunami. Os ingressos variam de U$ 10 a U$ 29 e ficam bem abaixo de preços cobrados para jogos dos principais campeonatos da Europa. Outra parte do dinheiro virá com a venda de direitos para a televisão.O time de Ronaldinho Gaúcho terá jogadores asiáticos, latino-americanos e africanos. Dida, Cafu, Kaká são os brasileiros que já confirmaram presença. Atuarão ao lado do paraguaio Gamarra, dos argentinos Heinze, Cambiasso, Zanetti e dos camaroneses Eto?o e Song. Os técnicos que se revezarão no banco serão Carlos Alberto Parreira e o holandês Frank Rijkaard, do Barcelona.A equipe de Shevchenko tem um punhado de astros europeus, como os goleiros Toldo e Casillas, os zagueiros Thuram, Maldini, Nesta, Puyol. Também foram chamados Ballack, Beckham, Del Piero, Raúl, Vieri, Zidane, Giuly, Montella, Vieri, Henry, Deco, Totti e Litmanen. Os técnicos serão o italiano Marcello Lippi (da seleção) e o francês Arsene Wenger (Arsenal).

Agencia Estado,

15 de fevereiro de 2005 | 09h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.