Atacante Amauri recebe oficialmente a cidadania italiana

Atacante Amauri recebe oficialmente a cidadania italiana

O atacante brasileiro Amauri, da Juventus, recebeu oficialmente nesta segunda-feira a cidadania italiana, com objetivo principal de ter chances de defender a Itália na Copa do Mundo, que começa em junho na África do Sul.

AE, Agência Estado

12 de abril de 2010 | 13h59

O jogador, que decidiu há mais de um ano se tornar cidadão italiano, finalmente conseguiu a documentação legal e declarou que se tiver a oportunidade de jogar pela seleção da Itália se sentirá "o homem mais feliz do mundo".

Amauri, de 29 anos, nasceu em Carapicuíba, município de São Paulo, e fez sua carreira como jogador profissional na Europa. Em 2000, ele defendeu o Bellinzona, da Suíça. E no mesmo ano se transferiu para o Napoli, já na Itália. Depois disso, passou por Piacenza, Empoli, Messina, Chievo e Palermo, todos no futebol italiano.

Em 2008, o atacante chegou à Juventus. Depois de uma boa primeira temporada, Amauri passou a ser questionado neste ano pela pouca quantidade de gols marcados - foram apenas cinco na atual edição do Campeonato Italiano. Mesmo assim, surge como boa opção para a seleção da Itália na Copa.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopaItáliaAmauri

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.