Murad Sezer/Reuters
Murad Sezer/Reuters

Atacante diz que Nigéria superou revés e prevê duelo 'diferente' contra a Islândia

Africanos e europeus se enfrentam nesta sexta-feira, às 12 horas (de Brasília), em Volgogrado

Estadão Conteúdo

19 Junho 2018 | 18h22

A seleção da Nigéria não teve a estreia dos sonhos na Copa do Mundo da Rússia ao jogar mal e ser derrotada pela Croácia, no último sábado. O atacante Odion Ighalo diz que a derrota foi dura, mas superada, e que o duelo contra a Islândia, nesta sexta-feira, às 12 horas (de Brasília), em Volgogrado, será diferente.

+ Islândia presta homenagem a goleiro da Nigéria diagnosticado com leucemia

+ Autor de gol contra da Nigéria, volante Etebo retoma confiança: 'Cabeça erguida'

Odion Ighalo destacou a união da equipe nigeriana e assegurou que os jogadores terão outra postura diante dos islandeses, até porque uma nova derrota pode significar a eliminação do time logo na primeira fase do torneio. Os nigerianos estão no Grupo D.

"Nosso espírito de equipe é muito importante para nós. Não importa se vencemos ou perdemos, estamos sempre unidos e pensando da mesma maneira. Acreditamos nessa união e acreditamos em nossa equipe", disse. "O jogo da Islândia será diferente do croata". Queremos atacar nessa partida e criar mais chances porque só assim podemos marcar", previu o jogador.

O volante Wilfred Ndidi adota o mesmo discurso de Odion Ighalo, reconhecendo a fraca e decepcionante atuação no primeiro jogo do Mundial e projetando um novo comportamento dos nigerianos.

 

"O jogo contra a Croácia foi decepcionante. Porém, a decepção foi superada, ficou no passado e estamos ansiosos pela próxima partida", disse Wilfred Ndidi. Ele e os outros jogadores da seleção africana treinaram no período da manhã nesta terça-feira em Yessentuki, onde estão baseados.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.