David Oliveira/ Guarani
David Oliveira/ Guarani

Atacante do Guarani despista sobre sondagem do Corinthians e se vê na melhor fase

Júnior Todinho se transformou em um dos principais destaques da equipe no Campeonato Paulista

Redação, Estadao Conteudo

07 de abril de 2020 | 18h26

Com seis gols em nove jogos, Júnior Todinho se transformou em um dos principais destaques do Guarani no Campeonato Paulista. As boas atuações do atleta, que chegou do Cuiabá, teria chamado a atenção do Corinthians. No entanto, o atacante afirmou que não ficou sabendo de um suposto interesse da equipe do Parque São Jorge.

"Espero disputar outros (dérbis) pelo Bugre. No momento, não chegou nada (sondagem do Corinthians) até a mim. Pode ter chegado ao meu empresário. Quem comanda todas essas negociações é ele. Eu só trabalho dentro de campo", afirmou o atacante, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

O atleta, de 26 anos, afirmou estar na melhor fase da carreira. Ele tem passagens por clubes como Cuiabá, Vitória, Vitória da Conquista-BA, e Serrano-BA. "Estou vivendo o meu melhor na minha carreira agora no Guarani, mas sempre há algo a mais para poder dar, né? É sempre melhorar e buscar algo a mais", completou.

Júnior Todinho caiu ainda mais na graça da torcida ao fazer um dos gols na vitória por 3 a 2 sobre a Ponte Preta, na última rodada do Paulistão antes da paralisação por conta do coronavírus.

"Nós vamos ter que entender o que está acontecendo. Eu já tinha disputado o Ba-Vi, mas o Dérbi Campineiro é diferente. É totalmente diferente. Foi muito incrível. Foi surreal ter vivido o clássico. A torcida nos apoiando lá fora foi muito bom", disse.

Com contrato até 30 de abril, Todinho aguarda um posicionamento por parte da diretoria do Guarani para falar de uma possível renovação. A conversa já foi aberta com o empresário do atleta, que também comentou sobre a pandemia. "Está chato ficar em casa dessa forma, mas felizmente é por saúde. A gente tem que entender. Agora é manter o foco em casa e treinando", concluiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.