Atacante do Hull City é suspeito de agredir mulher

O atacante Marlon King, que defende o Hull City, responde a acusações de agressão a uma mulher no centro de Londres. De acordo com a polícia local, o jamaicano foi denunciado pela vítima no domingo, e prestou depoimento voluntariamente na segunda-feira.Ainda segundo as autoridades policiais, o jogador foi liberado, e será convocado para novos esclarecimentos até fevereiro. King, de 28 anos, é presença constante na seleção de seu país. Ele está no Hull City emprestado pelo Wigan, e já marcou cinco gols pela equipe na temporada, incluindo o segundo na vitória por 2 a 1 sobre o Middlesbrough, no sábado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.