Diego Vara/Reuters
Diego Vara/Reuters

André Carrillo nega pressão antes do duelo com a Bolívia: 'Estamos motivados'

Atacante do Peru garantiu que o empate sem gols com a Venezuela não vai atrapalhar a campanha na Copa América

Redação, Estadao Conteudo

16 de junho de 2019 | 17h58

O atacante André Carrillo assegurou que a seleção do Peru não entrará pressionada para o duelo contra a Bolívia, na próxima terça-feira, às 18h30, no Maracanã, depois de ter empatado sem gols com a Venezuela em sua primeira partida na Copa América.

Carrillo, que entrou no final do jogo para substituir Christofer Gonzáles, garante que o primeiro resultado diante dos venezuelanos não vai atrapalhar as pretensões dos peruanos na competição e que o objetivo da equipe é já selar a classificação às oitavas de final contra os bolivianos.

"Não há pressão, há motivação. As pessoas vêm nos apoiar e temos mais vontade de ir a campo e ganhar o jogo para selar nossa classificação para a próxima fase", disse Carrillo depois do último treino do Peru em Porto Alegre, no CT Parque Gigante, do Internacional.

O jogador do Al-Hilal, da Arábia Saudita, se mostrou satisfeito com a performance da equipe diante da Venezuela, mas afirmou que a seleção precisa melhorar taticamente e ser mais criativa caso queira passar de fase. No empate na estreia, o time de Paolo Guerrero e companhia até balançou as redes duas vezes, mas os dois gols foram invalidados com a ajuda do árbitro de vídeo, que viu impedimento nos lances.

"Vamos continuar com as armas que temos. A equipe esteve bem ofensivamente, mas temos que criar mais chances de gol. Acho que vamos fazer o que temos o que é preciso para melhorar e vamos melhorar taticamente", declarou.

Carrillo afirmou que Cueva se recuperou do choque de cabeça que o fez ser substituído no intervalo da partida em Porto Alegre e está em "perfeitas condições". O meia do Santos, assim, ficará à disposição do técnico Ricardo Gareca.

Depois do trabalho no CT do Inter, no qual os titulares na primeira partida não participaram pois fizeram apenas exercícios regenerativos, o elenco peruano viajou neste domingo ao Rio e fará, nesta segunda-feira, a única atividade na capital fluminense antes de enfrentar a Bolívia.

O Peru divide a segunda posição do Grupo A com a Venezuela e, depois de enfrentar a Bolívia, encerra a participação na fase inicial diante do Brasil, no sábado, na Arena Corinthians.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.